NOSSODIA Online
NOSSODIA Publicidade
Londrina, 23 de Abril de 2018
nossobairro

O buraco é mais embaixo - Cratera nada fraterna

Formado em novembro de 2017, buracão fica no entroncamento de quatro ruas na zona leste de Londrina e deixa moradores da Vila Fraternidade de cabelo em pé

12/04/2018

Anderson CoelhoPopulação reclama que a secretaria de Obras apenas sinalizou o local


Uma cratera com cinco metros de profundidade e cerca de 1,5 metro quadrado de diâmetro preocupa os moradores da Vila Fraternidade (zona leste de Londrina). Localizado no entroncamento das ruas Santa Margarida, Santa Rita, Santa Fé e Santa Marta, o buraco foi formado em novembro de 2017 e está sinalizado com cavalete e barreiras de concreto. No entanto, os motoristas correm risco de acidente ao desviar desses obstáculos, já que precisam ir para a outra pista. deslocar os veículos para a outra mão da via. Há pouca visibilidade no local.
O açougueiro Claudemir Antônio da Silva trabalha em um mercado nas proximidades e relata que a cratera já surgiu grande. "Ficou uns dois meses sem a barreira de proteção. Mas o pessoal da prefeitura só colocou as barreiras de concreto, mas não fez mais nada. Já vieram aqui umas cinco vezes. Eles olham, olham e não consertam", reclamou. "Não sei como o asfalto não cedeu mais ainda com a erosão do local."
"A secretaria de Obras veio e deixou essas barreiras de concreto, mas se eles não consertarem logo vai acabar matando motoqueiros, pois o buraco fica no cruzamento de várias ruas", apontou o vigilante Reinaldo Vanderlei da Silva. Ele afirmou que os pedestres também não estão seguros, já que têm que andar na rua – porque a calçada está tomada pelo mato e por lixo.
O vigilante apontou que o fato de os veículos invadirem a pista oposta gera conflitos constantes. "Vira e mexe dá briga, porque a pessoa que sobe a rua Santa Margarida de carro não tem visão de quem vem do lado oposto", apontou.
O ensacador aposentado José Valdomiro de Souza ressaltou que já caiu cachorro no buraco. "Os bombeiros vieram e tiraram o animal de lá. Mas para ter noção da profundidade da cratera, os bombeiros colocaram a escada e não ficou nada para fora", observou. (Vítor Ogawa/Grupo Folha)

PREFEITURA
A assessoria de imprensa da prefeitura informou que a secretaria de Obras está elaborando um projeto de recuperação da rede de drenagem que foi rompida nesse entroncamento de vias na Vila Fraternidade. Ainda de acordo com a prefeitura, o problema estrutural é grande. Não foi informado o prazo para a conclusão do projeto e a execução da obra. A assessoria de imprensa da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização informou que a CMTU irá sinalizar o local temporariamente, até que o problema seja sanado. (V.O.)